quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

A Rua

A rua não é minha, nem tão pouco sua. Apenas rua, por onde todos devem passar. Caminhos de desalento ou de contentamento. Onde a vida passa, e o tempo voa. Onde às vezes se fica a toa, para se observar. A rua, de todos os caminhos, e de lugar nenhum. A rua que eu gostaria de morar. Onde passa o rico e passa o pobre, passa também o nobre. Onde todos um dia vão passear. Às vezes é um tormento, devido ao seu movimento, para se atravessar. Outras vezes é calmaria, lugar de se brincar. É palco de grandes eventos, e de acontecimentos que não deveria haver. A rua lugar para o cortejo de quem se foi pra nunca mais voltar. Mas também é espaço para alegrias, fantasias. E muitas vezes protesto, pelo que se credita ser certo. A verdade é que a rua tem mil faces, e embora talvez ninguém ainda se, deu conta, mas ela está sempre pronta nos receber. A rua, simplesmente. Rua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BÍBLIA ONLINE

O PENSADOR

Seguidores