segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Limite

Limite: Uma palavra que esta relacionada a tudo aquilo marca um fim para algo. Gramaticalmente: S. M. Fronteira; linha que, real ou imaginária, delimita e separa um território de outro. No Brasil há uns anos atrás a Rede Globo apresentou um Reality Show “NO LIMITE”, onde no programa as pessoas eram deixadas em um local inóspito, e tinham que lutar por sua sobrevivência sendo, submetidas a provas de resistências. A Palavra limite também é usada na educação: Quando somos filhos, nossos pais nos impõem limites, e como o tempo chega a nossa vez. O limite é uma linha tênue, um divisor entre: O que alguém diz pra você não fazer ou pegar algo, e a nossa capacidade de escolher “Livre Arbítrio”; na Bíblia temos o exemplo de nosso antepassado Adão. O limite que DEUS impôs era que ele poderia comer o fruto de qualquer arvore, menos de uma, a “Arvore do Conhecimento”, porém como é do conhecimento de todos, Adão ultrapassou a limite e comeu do fruto. Apesar de nós não gostarmos o limite é usado como ferramenta divina para nossa orientação, correção e aprendizagem. É algo que acompanha história da humanidade, nos dias atuais, todos nós vivemos no limite. No limite da resistência física, da sanidade mental, da saúde emocional, financeira, etc.
 Quando se vive esse momento o grande desafio é vislumbrar a presença do Senhor ao nosso lado. E essa dificuldade nos faz muitas vezes perder a esperança, e desacreditar que DEUS nos ama. Porém, se estivermos firmados pela fé, vamos sentir a sensação que Ele está ao nosso lado. 
Também temos na Bíblia alguns personagens que retratam esse momento tão crucial em nossas vidas: O profeta Jeremias  experimentou a rejeição, foi abandonado por todos inclusive sua família; por sua vez, o profeta Elias experimentou o extremo do equilíbrio emocional, após derrotar os 400 profetas de Baal ele temeu sua morte foi se esconder em um caverna.  O Apostolo Paulo, também viveu no limite da condição humana por conta dos perigos iminente que enfrentava nas prisões,  e no limite da fraqueza emocional, com lutas interiores: o “Espinho na carne”. Todavia, em todos eles podemos perceber que mesmo apesar das aflições, eles não se limitaram as circunstancias, mas foram fieis aos propósitos de Deus, cumprindo cada um a sua missão; que os exemplos deles possam ser um norte a nos guiar. 
Viver no limite é angustiante, assim o diga quem já passou, mas quando passamos. Somos capazes de aproveitar melhor as oportunidades que surgirem e sermos agradecido a Deus, pois aprendemos a reconhecer a bondade divina nas pequenas coisas.  Seja qual for o seu limite, não se limite a ficar apenas olhando as circunstancias, busquem em Deus forças para procurar novos horizontes, e se preciso for refazer o mesmo caminho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BÍBLIA ONLINE

O PENSADOR

Seguidores