domingo, 22 de janeiro de 2017

Semeadura

"o cúmulo do absurdo, semear pouco e somente ervas daninha na primeira metade da vida e esperar colher uma colheita valiosa na segunda metade." Percy E. Johnston. Poeta e dramaturgo Americano  (Fonte:Frase do Dia)

Desde que aportamos neste mundo começamos um processo de livre semeadura. Cada um de nós é responsável pelo que “Semeamos”. Se, semeamos boas sementes, colheremos bons frutos: Amor e alegria. E, se semeamos más sementes, a colheita também é certa: decepções e frustrações. Assim, também se nada semeamos nada colheremos. A Palavra de DEUS também nos orienta que: Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo”. Eclesiastes 11:9

Só que infelizmente para muitos de nós, leva algum tempo para se, dar conta desta semeadura, nossos pais até nos alertam que vamos sofrer as consequências do que semeamos, mas eles são velhos caretas ultrapassados, não sabem de nada. E nós tempos todo o tempo do mundo. Lerdo engano. A verdade é que há vida cobra e com juros, e que a nossa colheita depende do que plantamos todos nós somos livres para semear, mas escravos da colheita.

Isso nos leva a refletir em que estamos investindo nosso tempo? O que esperamos colher quando a juventude for embora? E o principal que expectativa, temos sobre o “pós-morte” a vida na eternidade? Na verdade não podemos viver indiferentes a essa realidade em nossas vidas, fatalmente chegaremos à velhice e consequentemente a morte. Mas geralmente, não pensamos nisso ou não queremos pensar, usamos o termo: Tenho que aproveitar a vida enquanto sou jovem; ou, tenho uma vida inteira pela frente. Falando em vida em estado físico material, se no futuro queremos ter uma vida estável e confortável, precisamos estudar e trabalhar o quanto mais cedo melhor. Por que quando chegarmos à chamada terceira idade, teremos uma vida tranquila desfrutando das conquistas acumuladas ao longo da vida. Agora há nível de vida eterna, se queremos desfrutar das maravilhosas bênçãos do Senhor, não podemos viver dissolutamente precisamos estar atento a Sua Palavra onde Ele nos faz um alerta: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” Gálatas 6:7. Precisamos urgentemente colocar nossas vidas diante do Senhor, rever nossos atos, e nos deixar conduzir por Suas mãos; e com certeza estaremos seguros na eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BÍBLIA ONLINE

O PENSADOR

Seguidores